terça-feira, 13 de novembro de 2012

AS CONTRAÇÕES DE BRAXTON-HICKS - Como é o Parto Normal?


 "A Hora do Parto" Como saber? 
"AS CONTRAÇÕES DE BRAXTON-HICKS"
"A DILATAÇÃO NECESSÁRIA PARA O PARTO NORMAL"

Ps. Já tem o Berço para Bebe? De uma olhada no final deste post.



No primeiro mês, nada. O segundo é o mês das suspeitas ("Será que é? Será que não é?") até que os testes confirmam que o bebê está a caminho. Depois, a gravidez continua cada período demarcado por novos acontecimento e emoções. Até chegar o último mês, o mês da expectativa: está quase na Hora do Parto, e a futura mãe examina-se a si própria procurando descobrir indícios de que o bebê esta pronto, preparando-se para vir ao mundo.

O VENTRE "CAI"

Durante a gravidez, o colo do útero apresenta-se como um tubo de paredes grossas, de uns 4 cm de comprimento, e o orifício que o separa do útero mantem-se fechado: o conjunto todo (útero e colo) tem a forma de um "8", no qual a "bolinha" menor (o colo) fica na parte de baixo. Com o aumento do volume do útero, quando se aproxima o parto, a parte superior do "8" cresce cada vez mais, até absorver a parte inferior (o colo). Poder-se-ia representar o útero como uma bola de gás, e o colo como o canal por onde se enche a bola. Quando a bola está bem cheia, o canal vai desaparecendo, enchendo-se também, até que se torna apenas uma protuberância da bola. Nesse momento, o colo torna-se um prolongamento da vacuidade uterina, ambos formando um "0" com uma ligeira saliência na parte inferior, remanescente do antigo "tubo" que formava o colo.
O fenômeno, que se chama esvaecimento do colo do útero, vai abrir lugar para a descida do feto. Mas sua primeira consequência é rebaixar o fundo do útero (primeiro ele se situava na bola superior do "8", agora desce para o fundo do "0").
É a queda do Ventre; o fundo do útero rebaixa de 2 a 4 cm. A cintura torna-se mais baixa, o que permite maior movimentação do diafragma e facilita a respiração. Em compensação cria uma sensação de peso no baixo Ventre, muitas vezes acompanhada de frequente necessidade de urinar.
Faltam cerca de quinze dias para o parto.

AS "CONTRAÇÕES DE BRAXTON-HICKS" na Hora do Parto

Antigamente acreditava-se que durante a Gravidez o útero permanecia em repouso. Não permanece.
Passa por contrações, que podem até serem frequentes tão fracas que não é possível percebe-las pela apalpação do abdome. Ou então são pouco frequentes e indolores, mas intensas e sensíveis ao toque, pois provocam o endurecimento do útero.
Esse segundo tipo, denominado "Contrações de Braxton-Hicks", manifesta-se à razão de uma por hora. A partir do sétimo ou oitavo mês, tais contrações aumentam de forma gradual e progressiva, Tornam-se  menos espaçadas, mais intensas e persistentes. Vão também adquirindo regularidade.
As contrações passam a ocorrer a cada meia hora, com duração entre quinze e vinte segundos. A Gestante sente dor na parte inferior da espinha, e quando surge a contração o útero endurece e causa sensação dolorosa.
A Hora do Parto se aproxima. Mas, é cedo ainda.

A DILATAÇÃO NECESSÁRIA PARA O PARTO NORMAL

As Contrações intensas, regulares, dolorosas e longas indicam o início da dilatação gradual do colo para dar passagem à criança.
Outro sinal de que o colo começou a dilatar-se é a eliminação vaginal de uma pequena quantidade de muco sanguinolento, o "tampão", que durante a gravidez fora um elemento adicional de defesa da cavidade uterina. Quando aparece, o que não se dá em todos os casos, em geral antecede o parto em dois a três dias.
A DILATAÇÃO E AS CONTRAÇÕES INTENSAS marcam o princípio do TRABALHO DE PARTO. Mas, se não ocorrer hemorragia ou quaisquer manifestações estranhas, não há pressa. As gestantes mais experientes permanecem ainda em casa, certificando-se de que não se trata de alarme falso.
Algumas vezes, rompe-se a "bolsa de água" (saco amniótico), o que é uma evidência da proximidade do PARTO. Outro Sinal que Está na Hora do Parto, e mais seguro, é o intervalo menor entre as contrações. Elas se aproximam, até que passam a ocorrer a cada dez minutos.
Então, é vestir-se, pegar a mala e tomar o caminho da maternidade.
Agora sim, ele já vem chegando.              

Curtiu nossa postagem? Comente, curta Vime e Requinte no Facebook e Fique por dentro de Atualizações




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário